Seguros Promo

Pontos Turísticos

seu texto aqui

RIO DE JANEIRO


É o Estado do Brasil que recebe mais turistas durante o ano. Contemplado com umas das mais lindas paisagens naturais do mundo, o Rio de Janeiro tem em sua formação belíssimas praias, montanhas, lagoas e florestas.  As praias de Copacabana, Ipanema, Leblon e Barra da Tijuca, são as mais conhecidas, porém o turista que deseja desfrutar de locais menos badalados, pode aproveitar a tranquilidade de praias como a do Recreio dos Bandeirantes, a de Grumari e a Prainha, a preferida pelos surfistas.  Na praia de São Conrado, você pode fazer um vôo duplo de asa delta ou parapente.  

Na chamada Costa Azul ou Região dos Lagos, as cidades de Arraial do Cabo, Cabo Frio e Armação dos Búzios são as mais procuradas, com paisagens paradisíacas e praias quase desertas. 

Já na Costa Verde, as cidades de Angra dos Reis e Paraty recebem a maior parte dos turistas, atraídos por seus deliciosos passeios de barco pelas centenas de ilhas existentes na região.  Em Paraty, anualmente, acontece a mundialmente conhecida FLIP – Feira Literária de Paraty. 
No Rio de Janeiro, não faltam opções para os turistas.  Ampla rede de hotéis, ótimos restaurantes, bares, boates, shoppings, tudo isso cercado por uma paisagem maravilhosa, onde acontece o maior Carnaval do mundo e uma festa de Reveillon inesquecível, na Praia de Copacabana.  

PONTOS TURÍSTICOS

CORCOVADO​​​
Situado no topo do morro do Corcovado, a 709 metros acima do nível do mar, o monumento do CRISTO REDENTOR, que retrata a imagem de Jesus Cristo, tem 38 metros de altura e foi inaugurado no dia 12 de outubro de 1931.  A estátua é revestida com um mosaico feito de pedra sabão, vindas de Minas Gerais.     O tranquilo passeio é feito através de uma estrada de ferro com 3.800 metros de extensão, construída em 1885, de onde o turista contempla a linda vista do Rio de Janeiro. 

A ferrovia foi a primeira a ser eletrificada no Brasil. 

Horário de Funcionamento: De segunda a domingo, das 8 h às 20 h, com saídas a cada meia hora.
Duração da viagem: cerca de 20 minutos.
Abertura da bilheteria – 8h   /   Fechamento da bilheteria – 20h
DICA: Em sua visita, utilize o Guia de Áudio e acrescente muita informação ao seu passeio. Disponível em português, inglês, francês e espanhol.
Capacidade: 345 passageiros/hora 

O Complexo Turístico dispõe de elevadores para portadores de necessidades especiais e banheiros adaptados.
DESCONTOS E PROMOÇÕES:
Idosos (A partir de 60 anos) Desconto de 50% mediante a apresentação de carteira de identidade original. Lei 10.741- 03.
PORTADOR DE NECESSIDADES ESPECIAIS: 
Desconto 50% mediante cartão especial Riocard, Vale Social, Passe Federal, CRAS ou laudo médico emitido por órgão público de saúde. Lei 4.240/03.
ESTUDANTES:
Desconto de 50% mediante a apresentação dos documentos abaixo na bilheteria:

Estudantes da rede pública: Carteira de estudante com foto.
Estudantes da rede pública do Rio de Janeiro: Carteira de estudante com foto ou Riocard escolar e documento oficial com foto.
Estudantes da rede particular: Carteira de estudante com foto e boleto do mês corrente pago.  Somente válido para estudantes de instituições brasileiras.

MENORES DE 21 ANOS: Desconto de 50% na apresentação de documento oficial com foto. Válido p/ menores de 21 anos do Estado do Rio de Janeiro.  Descontos não acumulativos / somente para brasileiros.
Endereço: Rua Cosme Velho, 513 – Rio de Janeiro/RJ.     Tel.: (21) 2558-1329   

PÃO DE AÇÚCAR

O passeio tem como cenário 360º de paisagens deslumbrantes, tais como: as praias do Leme, Copacabana, Ipanema, Flamengo, Leblon; Pedra da Gávea, o imponente maciço da Tijuca e o Corcovado, com a imagem do Cristo Redentor; Baía da Guanabara, com a enseada de Botafogo; centro da Cidade; Aeroporto Santos Dumont; Ilha do Governador; Niterói; Ponte Rio- Niterói; e, ao fundo a Serra do Mar, com o pico “Dedo de Deus”.

Em 1912, a inauguração de um caminho aéreo no Rio de Janeiro incluía no mapa turístico do Brasil empreendimento que se tornaria mundialmente famoso BONDINHO DO PÃO DE AÇÚCAR. Hoje, a visão dos bondinhos, no seu constante vai e ve
m, está incorporada à paisagem carioca.

Construído, operado e mantido pela Companhia Caminho Aéreo Pão de Açúcar, o complexo turístico Pão de Açúcar foi criado para o divertimento de milhares de pessoas num local privilegiado pela beleza panorâmica.
Marca registrada da cidade do Rio de Janeiro, o morro do Pão de Açúcar é uma montanha despida de vegetação em sua quase totalidade. É um bloco único de uma rocha proveniente do granito, que sofreu alteração por pressão e temperatura e possui idade superior a 600 milhões de anos.
O Pão de Açúcar é circundado por uma vegetação característica do clima tropical, especificamente um resquício de Mata Atlântica com espécies nativas que em outros pontos da vegetação litorânea brasileira já foram extintas.  

Abertura da bilheteria: 08:00 h.  Fechamento: 19:50 h.
Adultos – R$ 62,00
6 a 21 anos – R$ 31,00
Abaixo de 6 anos – GRÁTIS


Descontos para idosos, estudantes e portadores de necessidades especiais.

​FONTE: www.bondinho.com.br 
Av. Pasteur, 520 – Urca.  Tel.: (21) 2546-8400

MARACANà

Em 16 de junho de 1950, foi inaugurado o estádio municipal do Maracanã, no Rio de Janeiro, para que o Brasil pudesse sediar a Copa do Mundo, já que a Europa encontrava-se abalada pela Segunda Guerra Mundial. Com grande incentivo do jornalista Mário Filho, que depois foi homenageado dando seu nome ao estádio, a obra finalmente pôde ser concretizada, contrariando a opinião pública e políticos, que defendiam a aplicação do dinheiro na construção de hospitais e escolas.

​​

O novo estádio foi inaugurado com um jogo amistoso entre as seleções de novos do Rio e de São Paulo, dia 17 de junho de 1950, e o primeiro gol foi marcado pelo carioca Didi, bi-campeão mundial de 1958 e 1962 pela seleção brasileira.

A Copa do Mundo de 1950 foi iniciada no dia 24 de junho, com goleada da seleção brasileira contra o México, por 4 x 0. Mas o vencedor desta Copa foi o Uruguai, superando o Brasil na final por 2 x 1.



Os grandes jogadores da história do futebol brasileiro iniciaram e consagraram suas carreiras no estádio. A primeira vez que Pelé jogou pela seleção brasileira foi no Maracanã, em 1957. 

Em 1961, o “Rei do Futebol” fez seu primeiro “gol de placa” e, em 19/11/1969, marcou ali seu milésimo gol.  O Botafogo ganhou seu primeiro título somente sete anos depois da inauguração do estádio, com uma das maiores exibições de Garrincha em todos os tempos.  O maior artilheiro da história do Maracanã é Zico, com 333 gols em 435 partidas.   

Depois de 2 anos e oito meses de obras, o novo Maracanã ficou pronto para a Copa do Mundo de 2014.  Com cadeiras no lugar das famosas arquibancadas, o maior desafio foi seguir todas as recomendações da FIFA, já que o antigo estádio não foi demolido.  (Fonte: www.suderj.rj.gov.br/maracana).

Como chegar:
Metrô:
Para acessar o lado oeste do estádio (rampa da UERJ e entradas A, B, C), desembarque na estação Maracanã.
Para acesso o lado leste do estádio (rampa do Bellini e entradas D, E, F) desembarque pela estação São Cristóvão.

Trem:
Embarque e desembarque somente pela estação São Cristóvão.
Ônibus:
Para saber a melhor forma de chegar ao Maracanã de ônibus, acesse o site www.maracana.com        /       VISITAS: LIGUE 0800 062 7222

Museu Seleção Brasileira 
Visitantes podem conhecer a história da Amarelinha, camisas e jogadores históricos, além de diversas atrações interativas.

O Museu Seleção Brasileira é parada obrigatória para os apaixonados pela Amarelinha e pela história do futebol brasileiro. Localizado na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ), o visitante tem a chance de vivenciar as conquistas do Brasil em campo, os jogadores, taças e muita interatividade para saber cada detalhe destes mais de cem anos de existência da Seleção Brasileira, única pentacampeã do mundo.  O passeio começa no saguão da sede da CBF, onde um painel acionado por toque mostra a linha do tempo da Seleção ao mesmo tempo em que conta a história mundial durante o período de 1914 a 2014. Logo na entrada, uma homenagem à torcida brasileira. Depois, um vídeo emocionante mostra as principais conquistas do Brasil ao longo destes mais de 100 anos de história e um painel com documentos históricos conta como a Seleção fez sua estreia, em 21 de julho de 1914 contra o Exeter, da Inglaterra. Na sessão Nossa Pele, 10 camisas ficam em exibição, sendo cinco delas usadas nas conquistas de 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002. 

End.: Av. Luís Carlos Prestes nº 130, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro (RJ)
Entrada: R$ 22,00 / Meia-entrada: R$ 11,00 (estudantes e idosos)
Gratuidade: Portadores de necessidades especiais com direito a um acompanhante, crianças até 6 anos e professores da rede pública
Estacionamento: Gratuito no local       /        Duração da vista: 1h30 (tempo aproximado)
Idiomas: Português, Inglês e Espanhol       /      Horário de funcionamento: Todos os dias, das 10h às 18h
Reserva para grupos: museucbf.adm@cbf.com.br      /      Formas de pagamento: Dinheiro e cartões de débito e crédito


Telefone da bilheteria: (21) 3572-2006​​

Campo de Golfe Olímpico 


O Campo de Golfe Olímpico, também conhecido como Campo Olímpico de Golfe, é um dos maiores legados das Olimpíadas e fica situado na Barra da Tijuca.  Atualmente há registros de 263 espécies de animais nativos que vivem no local. Concebido inicialmente pelo arquiteto americano Gilbert Hanse, referência no setor, com dezoito buracos e dois lagos artificiais, o projeto original do campo de golfe foi reformulado e adaptado de forma a seguir os parâmetros ecológicos.  

​No dia 11 de janeiro de 2018, a revista Golf Digest publicou sua lista bianual dos melhores campos de golfe do mundo, entre 206 países. No Brasil, o Campo Olímpico de Golfe ficou em 1º lugar.  A entrada é grátis e está aberto ao público de domingo a domingo, com exceção das terças-feiras.

O Campo Olímpico de Golfe fica na Avenida General Moisés Castelo Branco Filho, 700 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro – RJ, 22793-365.

Seguros Promo