Seguros Promo

A importância da ortodontia na Odontologia

A ortodontia é uma especialidade dentro da Odontologia que tem como foco a correção dos dentes, bem como ossos maxilares. Além de tornar essa região mais bonita visualmente, os tratamentos dessa área também visam melhorar a saúde bucal.

Entre os problemas que podem ser tratados através dessa especialidade estão:

  • Apinhamento;
  • desvio de linha mediana;
  • diastema;
  • mordida aberta;
  • mordida cruzada;
  • mordida cruzada anterior;
  • sobremordida.

Mas com a chegada da modernidade na ortodontia, várias técnicas surgiram para tratar esses distúrbios. Hoje em dia, as pessoas não precisam depender apenas dos aparelhos fixos metálicos ou outros alinhadores convencionais.

Como funciona um tratamento ortodôntico?
O tratamento ortodôntico tem como principal objetivo restaurar a estética e saúde dos dentes e ossos maxilares. Ao corrigir possíveis distúrbios que possam estar acontecendo com o paciente, é possível evitar problemas relacionados à respiração, articulação temporomandibular (ATM), deglutição e fala.

“Não existe uma data máxima para procurar tratamentos de ortodontia. O que pode ocorrer é a necessidade de tratamentos especiais”. Explica Dra Priscila Paiva da Oral 360.

Depois de uma avaliação sobre o problema, o profissional irá realizar exames e posteriormente um molde para a colocação do aparelho. Importante ressaltar que o ortodontista, em conjunto com o paciente, irá escolher o tratamento mais adequado e que atenda às necessidades do paciente.

Dependendo do caso, podem ocorrer pequenas acomodações pós-tratamento. Geralmente elas são feitas por conta do crescimento ou até mesmo alterações funcionais.

Atualmente existem várias alternativas de tratamento, entre elas estão:

• Aparelho fixo
É o método convencional. Nele, é utilizado uma estrutura composta por bráquetes, tubos e anéis. Esses elementos são ligados a um arco metálico que visa movimentar os dentes.

• Aparelho de policarbonato
Confeccionado com resina plástica, o aparelho de policarbonato possui bráquetes maiores do que os outros aparelhos estéticos, mas este modelo é bem discreto, com suas peças na cor branca.

• Aparelho de porcelana
Este modelo possui uma cor branca, já os seus bráquetes são menores do que o modelo de policarbonato. Apesar de ser bem mais discreto e mais resistente, o seu custo é mais alto do que o de policarbonato.

Aparelho de safira
Esse modelo é o preferido entre os pacientes, por ser o mais discreto entre as opções. Produzido com porcelana monocristalina, material que o faz parecer com vidro, faz o aparelho se tornar quase invisível, misturando-se à cor dos dentes do paciente.

• Aparelho móvel
aparelho móvel também é uma alternativa para quem deseja corrigir distúrbios ortodônticos. Um dos grandes diferenciais desse tipo de tratamento é que o paciente tem mais liberdade, uma vez que pode retirar o alinhador quando for necessário.
Esse tipo de opção pode ser usada para realizar desde pequenas movimentações dentárias até correções de alterações esqueléticas (ósseas). E dentro desse método existe uma tendência que mostra toda a modernidade na ortodontia, os alinhadores invisíveis.

• Aparelho Everest
Este modelo acaba de chegar ao mercado. Uma excelente opção para quem deseja escolher um aparelho cujo custo cabe no bolso. Ele é de fácil colocação e manutenção, e também muito confortável. Outra vantagem é que o tratamento de alinhamento é 25% mais rápido que nos modelos tradicionais.

• Aparelho Autoligado
Esse modelo também é confeccionado em metal, porém não precisa das borrachinhas coloridas porque o fio ortodôntico é fixado diretamente no bráquete. Inclusive seus bráquetes são pequenos se comparados ao modelo convencional. Por esses dois motivos, este modelo é bem confortável e discreto. Nesse modelo, há versões de porcelana e safira.

• Aparelho Extrabucal
Possui um papel muito importante, pois pode reverter a necessidade de intervenções cirúrgicas ou até mesmo extrações de dentes.
Este modelo está entre os aparelhos menos discretos. Por essa razão, alguns pacientes relutam por usar esse modelo.

• Alinhadores invisíveis
São uma das alternativas mais desejada.
Os alinhadores invisíveis são aparelhos móveis geralmente indicados para pessoas que têm vergonha de usar os modelos convencionais. Um dos grandes diferenciais dessa alternativa é o fato dela ser transparente, ficando quase imperceptível na boca do paciente.
Por ser móvel, esse tipo de modelo tem fácil higiene. Além disso, o paciente também acaba tendo mais facilidade na escovação e ao passar o fio dental.
De modo geral, o paciente precisa usar esses alinhadores de 20h a 22h por dia para garantir a eficiência. Eles podem ser feitos de diferentes materiais, mas se destacam pela resistência e discrição.
Mas, é importante ressaltar que assim como outros tratamentos ortodônticos, essa alternativa precisa de alguns cuidados relacionados à higiene, manutenção e até mesmo do uso diário.

Qual é o tempo de duração do tratamento com alinhadores transparentes?
Uma das dúvidas recorrentes entre pacientes e pessoas que desejam realizar o tratamento com alinhadores transparentes é sobre o tempo de duração dele. Esse é um fator que pode variar muito conforme cada caso
“O tempo de tratamento varia tanto quanto um tratamento convencional, diretamente proporcional à gravidade do problema. O tempo mínimo tem sido cinco meses, e pode se alongar até quatro anos”, explica Dra. Priscila Paiva, ortodontista da Oral 360.

Conclusão
Se você sofre com algum tipo de distúrbio dos dentes, como falta de alinhamento, falhas, mordida incorreta entre outros, a ortodontia pode te ajudar. Por isso não deixe de procurar por um especialista para saber mais sobre as possibilidades de tratamento.

Seguros Promo